Tem pinguim no Poesia do Bem!

Que legal!

"Como pode um pinguim no Polo Norte?" é a dica de livro do blog Poesia do Bem!



Com essas indagações aprendemos mais um pouco sobre a vida no planeta e como estamos estudando sobre água e vida, estados físicos da água o livro:Como pode um pinguim no polo Norte? nos ajudou a imaginar que mundo é este abaixo de 0 graus, como acontecem as estações do ano, que tipos de plantas , animais, que seres viventes existem ali?

O livro de  Alexandre de Castro Gomes, pela editora Bambolê, nossa parceira e ilustrações de Cris Alhadeff  conta a história de Nina uma filhote de pinguim imperial que em um momento de caça a peixes acaba caindo num buraco e quando se ver está muito longe de casa, acaba chegando no polo norte, faz amizade com uma foca bem diferente das que ela está acostumada a ver e com ela é perseguida por um furioso urso polar.

O livro narra de forma lúdica e cita expressões como inuíte, aurora polar, solstício, equinócio e vai repertoriando o vocabulário das crianças e aproximando-as de um universo desconhecido, fazendo com que possam desejar e ter a curiosidade de pesquisar mais, ler, ver documentários, usar o dicionário e assim enriquecer a linguagem científica.

Li o livro para as crianças em voz alta, brincando de imitar os bichos, fazendo caras e bocas( eles adoram) depois eles fizeram a interpretação do texto, e uma dobradura linda da Nina , nossa personagem principal, colocaram a dobradura com os desenhos do cenário da história e puderam pesquisar os significados das palavras difíceis. Além de estudar sobre os pontos extremos da terra usando o globo vimos os países que Nina e Frida, a foca citam no texto, que tipo de oceano banha , como Nina poderia chegar ali, e as baleias? enfim, eles entenderam bem, que lá era mais frio pois a terra nesse eixo está mais afastada do sol. Uma aula muito rica, onde o conteúdo foi trabalhando sem sair da literatura, sempre com incentivo de ler, e brincar com as palavras. O conteúdo planejado  ainda continua agora é assistir documentários, fazer ficha técnica desses animais, estudá-los, saber o que comem, como se  reproduzem. Enfim muito as crianças já sabiam, e do que sabem partimos para aprofundar o conteúdo e estimular o conhecimento

0 comentários:

Postar um comentário