quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Dois livros no Catálogo de Bolonha

Dois livros meus foram selecionados pela FNLIJ para, junto com outros, representar a Literatura Infantil e Juvenil brasileira na Feira de Bolonha, um dos mais importantes eventos de literatura infantil e juvenil da galáxia. São eles: Origens (Editora do Brasil), uma parceria com os queridos amigos André Kondo, Eliane Potiguara, Fabio Maciel, Luis Eduardo Matta e Sonia Rosa, e Bichos de Sombras (Estrela Cultural), com minha parceira da vida Cris Alhadeff.
Segue o link:


Saiu o Anuário da AEILIJ 2020!

Olá, gente boa!
Está no ar o novo Anuário da AEILIJ. Este é o sexto anuário que eu edito e traz os livros lançados pelos associados em 2019, além de uma ótima entrevista com o Daniel Munduruku, os últimos ganhadores do Prêmio AEILIJ, a EXPO e mais.
Espero que gostem!

O Anuário AEILIJ 2020 pode ser lido no Issuu, através do link:

Também pode ser baixado, para leitura e impressão, no link:


Agora sou professor de curso de pós-graduação

Foi com alegria que aceitei o convite para lecionar na pós-graduação em Literatura Infantil e Juvenil da Universidade Candido Mendes, com coordenação da professora Cintia Barreto.
Cursei essa mesma pós. Além do título de especialista em LIJ, o curso me possibilitou fazer amizade com pessoas que curtem as mesmas coisas que eu e daí já surgiram trabalhos super bacanas.
O local do curso (o prédio da Candido Mendes) é muito bom, logo ali no centro da cidade. Tem fácil acesso pelo metrô, restaurantes e bares próximos e a feira de antiguidades que acontece todo sábado ali ao lado. Ótimo passeio para a hora do almoço.
Gostei tanto que já estou no Mestrado.
Ah! E saca só o time de feras convocado para o corpo docente.
As inscrições estão abertas!
Informações pelo e-mail professora@cintiabarreto.com.br ou pelo whatsapp 21-9898-56232.


Vem aí!

Billy Conrado, Joaquim de Jeremias e Honaldo, com agá, voltarão em breve...
Este ano sairá uma nova aventura com a turma de "Quem matou o Saci?"

quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Mestrado na UERJ


A vida vem em fases. Cabe a nós decidirmos quando cada fase começa. Normalmente é quando a oportunidade surge para chacoalhar uma vontade adormecida. Tendemos a espantar essas oportunidades e nos contentarmos com o conforto da rotina. Longe de mim reclamar das rotinas quentinhas e prazerosas, mas as vezes o bichinho do quero mais fica cantando insistentemente no ouvido da gente e não dá mais para ignorá-lo. Nunca é tarde para investir na nossa formação acadêmica. Nos últimos anos fiz alguns cursos de extensão e em meados do ano passado mergulhei em uma pós graduação em Literatura Infantil na UCAM. A pós já está quase no fim. Foram meses de convívio semanal com amigos queridos, alguns que já conhecia de outras batalhas e outros que fiz no caminho. Tive a sorte de cair em uma turma muito especial.

Mas falarei sobre essa pós em outro post. Esse daqui é para comemorar a minha aprovação para o Mestrado em Teoria da Literatura e Literatura Comparada na UERJ! Passei na prova escrita, projeto de pesquisa e Lattes foram aprovados, passei na arguição com a banca e hoje fiquei sabendo que passei na prova de línguas! Estou dentro!

Uma das maiores aventuras na vida é estudar.

UERJ, me aguarde em 2020, porque estou chegando!

Um agradecimento especial a quem me deu uma força ao longo de todo o processo: Cris Alhadeff, Flávia Côrtes, Karen Acioly e Felipe Campos, vocês são demais! Obrigado!

Origens na Revista Seleções


Origens ganhou uma resenha muito bacana da escritora e jornalista Claudia Nina, publicada agora na Revista Seleções de Dezembro.

A obra, editada pela Editora do Brasil e organizada por mim, traz textos de André Kondo, Eliane Potiguara, Luis Eduardo Matta, Sonia Rosa e Alexandre de Castro Gomes (eu aqui), além das belas ilustrações de Fabio Maciel. O livro conta as sagas das chegadas das famílias desses autores ao Brasil urbano. São origens japonesas, indígenas, libanesas, africanas e portuguesas, cada conto muitas vidas.
A Revista Seleções é a versão brasileira da Reader's Digest, tradicional revista norte-americana, e tem uma circulação média mensal de mais de 110 mil exemplares.

Obrigado, Claudia! Ficou muito legal!

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019