6ª FLICEPE Tinguá

Daqui a alguns dias estarei na 6ª FLICEPE Tinguá!

Veja que luxo é essa lista de convidados: Cris Alhadeff, Andrea Viviana Taubman, Mauricio Veneza, Anna Claudia Ramos, Ninfa Parreiras, Sandra Ronca, Sônia Travassos, Nilma Lacerda, Marisa Borba, Lucilia Soares, Miriam Ribeiro, Ísis Valéria e Alexandre de Castro Gomes (eu aqui), entre outros autores.

Miguel Pereira, nos aguarde!




Fotos da II FLAC - Feira Literária de Arraial do Cabo



















II FLAC - Feira Literária de Arraial do Cabo

Fiquei muito feliz ao receber o convite para participar da II FLAC. Afinal, Arraial do Cabo é uma cidade que adoro e que frequento desde criança. Poder falar sobre literatura depois de um mergulho em uma das lindas praias da cidade será muito bom!

Após o sucesso do ano passado, Arraial volta a investir em um evento cultural de alto nível, dessa vez com ênfase na literatura infantil e juvenil. Entre os convidados da festa estão Ziraldo, Sonia Rosa, Marcelo Pimentel, Cris Alhadeff, Júlio Emílio Braz, Ninfa Parreiras, Alexandre de Castro Gomes (eu aqui!) e mais um monte de gente bacana.

Nos veremos lá no dia 09 de setembro!



Fontes:
http://www.arraial.rj.gov.br/noticia/2502/arraial-do-cabo-tera-ii-feira-literaria.html
http://reportereduandersilva.blogspot.com.br/2016/08/arraial-do-cabo-tera-ii-feira-literaria.html
http://jornaldesabado.net/noticia/comeca-nessa-semana-a-ii-feira-literaria-de-arraial-do-cabo
http://www.jornalfolhadebuzios.com.br/arraial-do-cabo-tera-ii-feira-literaria/

O livro que lê gente

Editora: Cortez
Categoria: Infantojuvenil
ISBN: 978-85-249-
1ª edição: 2016
Encadernação: Brochura
Formato: 21x28 | 24 páginas
Ilustrações: Cris Alhadeff

Em vez de ser lido, um livro velho e roto aprende a ler pessoas, numa estranha inversão de papéis. Depois de ser colocado longe do alcance dos leitores, no alto de uma estante, ele faz amizade com outro livro antigo que o ensina a enxergar a diversidade e a riqueza da vida humana ao observar os frequentadores de uma biblioteca. Juntos, procuram pistas e descobrem histórias e personagens da vida real incríveis.

Como pode um pinguim no Polo Norte?

Editora: Bambolê
(Caki Books em 2011)
Categoria: Infantojuvenil
ISBN: 978-85-69470-09-0
1ª edição: 2016
Encadernação: Grampo
Formato: 20x20 | 36 páginas
Ilustrações: Cris Alhadeff

Nina, uma filhote de pinguim imperial, moradora do Polo Sul, só queria um cantinho para se proteger do vento e saborear seu peixe, mas escorregou e caiu, caiu, caiu num buraco que parecia não ter fim. Após viajar quase um dia, foi parar do outro lado do planeta: exatamente no Polo Norte! E lá não existem pinguins, mas tem o Hugo, o urso polar mais feroz da região. Porém, para sorte de Nina, ela também encontrou uma nova amiga: Frida, uma filhote de foca ártica.

Mas vocês acham que as amigas terão tempo de passear e conhecer os diferentes animais da região? É melhor elas olharem para trás, pois o Hugo está chegando...

Nessa divertida história, Alexandre de Castro Gomes e Cris Alhadeff nos levarão num passeio pelo Polo Norte, de forma a conhecer os habitantes de uma região bem diferente.

Livros novos!

Dois livros meus, ambos com ilustrações da Cris Alhadeff, ficaram prontos nos últimos dias. 
O primeiro, "Como pode um pinguim no Polo Norte?", já está à venda no site da editora Bambolê.
O segundo, "O livro que lê gente", saiu da gráfica direto para o estande da editora Cortez, na Bienal de São Paulo.
Uhu!

LeituraMAIS: Mediação em Ação - Fotos

Foi bom demais. A galera compareceu e o assunto foi lindamente abordado com exemplos de mediação de sucesso. A Penélope trouxe a visão do contador de histórias e nos mostrou cases bem sucedidos, o Luis apresentou a ótica do oficineiro e criticou a mediação imposta e unilateral. A Márcia nos falou sobre a preocupação do editor e a sobre as diferentes vozes ouvidas na narrativa. Tudo sob a batuta da excelente mediadora Rosana, que levantou pontos interessantes para a discussão, como, por exemplo,a mediação da Emília quando a Dona Benta contou a história de Dom Quixote. Houve espaço para perguntas e esclarecimentos. Falamos sobre adaptações, sobre a dificuldade de se formar leitores e sobre a busca de soluções. Foi completo. Foi lindo. Viva a LIJ!

Mais que um projeto, o LeituraMAIS é um movimento, uma tentativa de agitação cultural. A proposta é reunir autores, educadores e interessados em literatura dedicada à infância e à juventude para debater temas que abrangem as várias vertentes da Leitura Literária.

***

O LeituraMAIS é uma realização da AEILIJ e, para os três primeiros encontros, contará com o apoio do SESI-SP.  

1º Encontro LeituraMAIS

23 de agosto de 2016 (terça-feira), das 19h00 às 21h00 – Mezanino do SESI – Av. Paulista

Mesa “Mediação em Ação” – Debate entre autores e mediadores de leitura, abordando:
* A importância da mediação de leitura entre crianças e jovens
* Dicas e técnicas para uma eficaz mediação
* Especificidade de trabalhos em sala de aula, bibliotecas, feiras do livro...


No camarim, antes do evento.

Rosana Rios, Penélope Martins, Luiz Bras e Márcia Leite.






Catálogo Literário "Autorias da Diversidade"

"O Porteiro do Condomínio dos Monstros", meu livro com a Cris Alhadeff pela Baobá, é uma das obras selecionadas para compor o Catálogo Literário "Autorias da Diversidade" do Governo do Estado de Minas Gerais. 

Uhu!

Entrevista para o Boletim de Leituras

Entrevista que dei para o Boletim Leituras sobre a AEILIJ, associação da qual sou presidente.

Carrossel: E você, já conhece a AEILIJ?
por Luisa Benevides (15/08/2016)

...“Todo projeto que visa espalhar literatura e divulgar o hábito da leitura é sempre bem-vindo e merece muitos aplausos.”...

Fonte: http://www.boletimleituras.com.br/?p=10147

Apresentação dos livros lançados em 2014 e 2015

Fotos do Jequitibá de Poesia na Casa Brasil

Fui homenageado com o "Troféu Jequitibá" e li trechos de obras de Gonçalves Dias (Se morre de amor / Juca-Pirama), Artur Azevedo (Uma observação), Patativa do Assaré (Foi os livro de valô...) e Ferreira Gullar (Nova canção do exílio). A curadoria do evento foi de José Prado.


Na Sala VIP


Na Casa Brasil da Rio 2016.


Na Casa Brasil da Rio 2016.


Na Casa Brasil da Rio 2016.


Na Casa Brasil da Rio 2016.


Cris Alhadeff na Casa Brasil da Rio 2016.


Feliz em ser o homenageado do evento. Recebi o meu Jequitibá!


Com os leitores do Jequitibá de Poesia - Poesia do Nordeste na Cena Carioca.


Jequitibá de Poesia na Casa Brasil da Rio 2016


Vamos juntar Olimpíadas com literatura?

Neste domingo, na Casa Brasil da Rio 2016, autografarei o livro "Encontros Folclóricos de Benito Folgaça" (Editora do Brasil), a partir das 15:30.

Haverá também, no mesmo horário, uma homenagem aos poetas nordestinos com o Jequitibá de Poesia (curadoria de José Prado). Além de mim, estarão lá os autores Cris Alhadeff, Luis Eduardo Matta, Sandra Pina, Flávio Dana e outros craques.

Quer um motivo melhor para visitar essa Casa Brasil de que todos falam? Fica logo ali no Armazém 1 da Praça Mauá. O lugar está todo arrumado. Vale a pena conhecer.

"No dia 07 de agosto (dom) autores de diversos gêneros literários, acompanhados de viola e zabumba, homenagearão os poetas e poetisas do Nordeste com a leitura do roteiro "Poesia Nordestina na cena carioca", com poemas do relicário nordestino, de Auta de Souza a João Cabral de Melo Neto."


Vídeos da Flipinha


A Flipinha disponibilizou os vídeos que os autores convidados de 2016 criaram para um CD que foi enviado aos professores da cidade.

Pediram que mostrássemos nosso ambiente de trabalho, que contássemos um pouco sobre nossa história, nossas leituras, etc.

Eu optei por apresentar alguns livros que lia quando garoto. 

Os filmes estão muito legais. Tem Blandina Franco e José Carlos Lollo, Aline Abreu, Selma Maria Kuasne, Celso Sisto e toda a turma.

Aqui:

Bate-papo com leitura no Colégio Andrews

Ontem.






Dia do Escritor

Imagem que a Bambolê divulgou no Dia do Escritor.