Dia das Bruxas e o Saci

Já escrevi isso aqui, mas achei melhor dar uma reforçada.

O carnaval e suas fantasias não são invenções brasileiras. Em Florença, canções eram criadas para acompanhar desfiles que acompanhavam carros decorados, os trionfi.
O Papai Noel com suas renas finlandesas e seu pinheiro de plástico também não são daqui. O bom velhinho de roupa de veludo vermelho, embora tenha sua origem em São Nicolau, foi criado pela Coca-Cola para uma campanha publicitária.
O hábito de trocar ovos de chocolate na Páscoa surgiu na França.
Como também é da nobreza francesa a origem das danças de quadrilhas de nossas festas juninas.
O futebol foi inventado na Inglaterra.
O Lobisomem é importado, assim como a maior parte do nosso folclore é adaptada de histórias estrangeiras.
Se dependesse de mim, importaríamos a celebração do Dia de los Muertos também.
Viva o Saci, personagem com origem indígena, africana e europeia!
E viva o Dia das Bruxas, uma das festas mais bacanas que eu conheço!

Em vez de incorporarem elementos da cultura brasileira no Dia das Bruxas, tipo fantasiar a criança de lobisomem, de Iara e até de saci, alguns preferem abafar o que vem de fora. Acho sinceramente que a criação do dia do Saci na data do Dia das Bruxas foi uma bola fora. O objetivo principal é anular a outra comemoração. Oras, o mês do folclore é em agosto. Por que não botaram o dia do saci em 31 de agosto? 
Valorizar o nosso não é o mesmo que diminuir o que é de fora. O mundo está conectado e a troca de informações nunca foi tão abundante. Cada vez mais novas culturas serão absorvidas e não adianta lutar contra isso. Melhor seria se aproveitássemos a deixa para incluir nossos monstrinhos também. 
E o que é o dia do Saci? Não vejo a turma que critica o Dias das Bruxas comemorando a data. Ninguém se fantasia. Ninguém sai pra caçar saci. Ninguém lê Monteiro Lobato nesse dia. Do jeito que está não serve pra muita coisa, não é?

0 comentários:

Postar um comentário