Fotos do evento no Centro Cultural Justiça Federal

Bate-papo e leitura do livro "Folclore de Chuteiras" no Centro Cultural Justiça Federal (RJ), com ilustrações do Visca e publicado pela editora Peirópolis.




Folclore de Chuteiras no Jornal de Brasília

"Folclore de chuteiras" foi indicado na coluna Playground do Michel Toronaga, do Jornal de Brasília.




Robóticos no Correio Criança

Os "Robóticos" foram convidados para uma visita à edição 99 do Correio Criança, suplemento infantil do jornal Correio Popular, da Paraíba. Eu também estive lá, revelando pela primeira vez onde arrumei inspiração para essa história maluca.

Quer ler a edição no issuu? Então clique no link abaixo.

Edição 99, de 20 de julho de 2014.


Edição 88, de 16 de fevereiro de 2014.


Edição 54, de 28 de outubro de 2012.

Centro Cultural Justiça Federal

No próximo sábado, dia 19 de julho, estarei na sala de cursos do Centro Cultural Justiça Federal (Av. Rio Branco 241, Centro, Rio de Janeiro) para um bate-papo e leitura do livro "Folclore de Chuteiras". 
A entrada é franca! Aguardo vocês!


Eventos de Julho da Biblioteca do Centro Cultural Justiça Federal:


O prédio do Centro Cultural Justiça Federal foi projetado pelo arquiteto Adolpho Morales de Los Rios para ser originalmente o Palácio Arquiepiscopal, o edifício – exemplar da arquitetura eclética – abrigou o Supremo Tribunal Federal de 1909 a 1960. Atualmente, é um dos poucos remanescentes da reformulação da cidade do Rio de Janeiro ocorrida no início do século XX.

Em suas mesas sentou-se, entre outros, Rui Barbosa. Foi lá também que decidiram o destino de Olga Benário, mulher de Luís Carlos Prestes.

Atualmente, o Centro Cultural da Justiça Federal é um espaço reconhecido por incentivar e garantir o acesso da população às diversas formas de expressão cultural, abrigando exposições, peças teatrais, espetáculos de dança e de música, mostras de cinema, cursos, seminários, palestras, dentre outras. Além disso, a própria arquitetura do prédio é uma atração para os visitantes, com destaque para as portas monumentais da entrada, a escadaria de ferro e mármore e o vitral principal. A antiga Sala de Sessões do Supremo Tribunal Federal mantém o mobiliário confeccionado em 1920, além de elementos decorativos originais, como vitrais e pinturas murais.(http://www.ajufe.org/imprensa/noticias/sancionada-a-lei-que-garante-conservacao-do-acervo-cultural-da-jf/)





O corvo e o dragão no Portal RAC / Correio Popular / Notícia Já / Gazeta de Piracicaba / Revista Metrópole

"O corvo e o dragão", ilustrado pela Cris Eich, livro que lancei este ano pela Globinho, é uma das recomendações do portal RAC, grupo que inclui os jornais Correio Popular e Notícia Já (ambos de Campinas) e a Gazeta de Piracicaba, além da revista Metrópole, também de Campinas.

O Draguloso está voando bastante. 














Fonte: 




Entrevista para o programa Universo Literário

Conversei novamente com a querida Rosaly Senra para o programa Universo Literário da Rádio UFMG Educativa de Belo Horizonte. Dessa vez o assunto girou em torno do livro "Folclore de chuteiras", com ilustras do Visca, que lancei pela editora Peirópolis. 

O papo bacana foi ao ar no dia 7 de julho deste ano. Perdeu? Então clique no link para ouvir.

Há um ano atrás, no dia 15 de julho de 2013, foi ao ar a primeira conversa que tive com a Rosaly. Falamos sobre os livros "Em cena: O julgamento do Chocolate" e "O porteiro do Condomínio dos Monstros", o primeiro ilustrado pela Sandra Lavandeira e o segundo pela Cris Alhadeff, ambos da editora Baobá. Segue o link para quem quiser ouvir novamente:

08/07/14 - Folclore de Chuteiras no Livro de Infância

08/07/2014
"Folclore de Chuteiras" no Livro de Infância (Dicas de livros para crianças de todas as idades), blog da Ludmilla Balduino, jornalista que já trabalhou em diversas publicações infantis, entre elas a Revista Recreio.

Fonte:

Folclore de chuteiras no Publishnews

Feras do Futebol
A publicação narra uma instigante e folclórica partida de futebol



Folclore de chuteiras na Folhinha

"Folclore de chuteiras" é um dos dez livros sobre futebol selecionados pela Folhinha!

Na reta final da Copa, confira dez livros infantis sobre futebol
Matéria de Bruno Molinero - SP

...
SACI ARTILHEIRO

Escrito como se fosse a narração de um jogo de futebol, o livro traz as falas do narrador, do comentarista e de repórteres sobre uma partida nada convencional: a seleção de seres do folclore brasileiro contra um combinado de monstros do resto do mundo.

Mas a vida não é nada fácil para o Brasil, que tem Curupira na lateral esquerda, Cabra-Cabriola na zaga e Saci no meio de campo. Eles têm a dura missão de parar um time formado por Múmia, Frankenstein e até pelo Pé Grande. Quem será que vai ganhar?

"FOLCLORE DE CHUTEIRAS"
AUTOR Alexandre de Castro Gomes
EDITORA Peirópolis
PREÇO R$39,00
INDICAÇÃO a partir de 6 anos
...

Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/folhinha/2014/07/1480689-confira-dez-livros-sobre-futebol-para-curtir-o-fim-da-copa.shtml



Cine Leblon


E de repente recebo uma ligação do meu irmão para me dizer que estou na primeira página do Globo Online. Estou de costas, tirando foto do recolhimento do letreiro. A última sessão do Leblon 1 foi "Muppets 2" e do Leblon 2 foi o documentário "Amazônia". O cinema de rua acabou.

Não gosto de despedidas. Me sinto velho.

Quando coloquei essa imagem no Facebook, um amigo alertou para o fato de em cima da foto haver duas manchetes sobre morte e ao lado o título "Boa viagem". Eu ainda achei a chamada de Cinema: "Drama, terror e comédia". Humor negro total.

Em tempo: Saiu no jornal que foi feito um acordo entre a Prefeitura e o grupo que controla o cinema. O Cine Leblon será reaberto. Foi dada autorização para mudar o prédio e criar mais quatro andares. Sei não. Parece que já estava tudo combinadinho. 

Toda hora tem história

"Toda hora tem história" é o nome do blog da amiga e escritora Penélope Martins

Lá você encontra informações sobre o mundo editorial, vídeos com contação de histórias, poesia, curiosidades do Brasil, textos da autora e de convidados e muito mais. Vale a visita.

Ah! Tem um miniconto meu no link Prosinhas, junto com pequenas histórias de outros autores convidados. 

"Telefonema" ganhou o 1º lugar no Concurso de Minicontos 13 anos do Estronho e Esquésito, promovido pelo site Estronho em 2009. Aceitava-se somente contos de terror, suspense, ficção científica ou fantasia.

Segue o link: 

Folclore de Chuteiras no Jornal de Jundiaí

Resenha bacana do "Folclore de Chuteiras no Jornal de Jundiaí.