Chapa Verde no Estação Cultura da TVE-RS

A Coleção Ecoar (Garamond) foi a sugestão de leitura do Luis Dill, no programa Estação Cultura da TVE - RS de 10/03/2014.
Superbacana!

Monsters' Condo

Chegou e já me contou que vai dar um giro por esse mundão afora!

Monsters' Condo (2014 - RHJ)
The Mummy needs a one-thousand-year rest, but her noisy neighbors are not willing to cooperate.
Listen to this and to some other monstrous complaints in a condo meeting with Dracula, the Bogeyman, Frankenstein, Saci, and other horrifying creatures.

Na Feira de Bolonha, cercado de Angela Lago por todos os lados.

Trecho do livro, em inglês.

Salve, Roger Mello!

Lygia Bojunga, como escritora, em 1982;
Ana Maria Machado, como escritora, em 2000; e
Roger Mello, como ilustrador, em 2014!!!

Parabéns ao novo ganhador do Prêmio Hans Christian Andersen!


Site do Mauricio Veneza

Depois de anos tentando convencer o amigo Mauricio Veneza a juntar seus livros em um site próprio, consegui que ele me desse uma lista dos trabalhos que realizou em LIJ (fora de ordem, mas é melhor do que nada). Pesquisei cada capinha na internet (algumas em baixíssima resolução - ainda vou convencê-lo a escanear as que tem e arrumar depois), assim como a sinopse dos livros que ele escreveu. Catei ainda algumas entrevistas e matérias interessantes de outros sites. Juntos, pelo telefone, fizemos os últimos ajustes e pronto. Terminamos na semana passada. Um site simples e bacaninha, feito no Wix. 


Agora só falta vocês me ajudarem a convencê-lo a entrar no Facebook. Aproveitem o site novo dele e mandem uma mensagem.


Guarda-chuvas no Rio

Acordar com a ligação de uma editora amigona e saber que meu livro foi selecionado pela Prefeitura do Rio de Janeiro não tem preço.

"O menino que coleciona guarda-chuvas" (Globo Livros) foi um dos 8 títulos selecionados para composição de acervos pessoais de livros de literatura para os Alunos da Educação Infantil da Rede Pública Municipal de Ensino, como forma de ampliar seu repertório de leitura, em consonância com as ações do Projeto Minha Primeira Biblioteca.

O dia seguinte: o que vem depois que a editora resolve publicar seu livro


Sente que as vezes o mundo conspira contra você? Quais os problemas que podemos esperar depois que a editora resolve publicar seu livro? Saiba o que seria o "worst case scenario" (o pior que pode acontecer).

Este texto é um "guest post" que fiz para o blog da escritora Ronize Aline.

Eis um trechinho:

"...Em um mundo perfeito, o escritor receberia o contrato em poucas semanas. O contrato de edição em língua portuguesa garantiria a publicação em até dois anos e daria 10% do valor da venda do livro para o autor do texto. Se o livro fosse vendido em e-book, os ganhos subiriam para 20% (pelo menos). O escritor poderia indicar um ilustrador (a decisão final seria sempre do editor, mas este ao menos pensaria em convidar o ilustrador indicado) e receberia com antecedência o texto revisado com algumas alterações sugeridas, além dos rascunhos das ilustrações, para aprovação. Depois aguardaria sua cota de livros em casa, teria o livro inscrito pela editora em programas de compras de governo, participaria de encontros e entrevistas marcadas pelo departamento de marketing da editora e receberia seus direitos autorais nas datas estipuladas em contrato e relatórios de
vendas detalhados.

Nada disso é impossível acontecer. Alguns editores são realmente sensacionais.

Vamos falar agora sobre aquelas vezes em que o mundo conspira contra você. Quando tudo o que pode dar errado acontece..."

O lado das editoras

Dois artigos publicados em fevereiro ecoaram pelas redes sociais e receberam aplausos não só de editores como também de autores dos mais diversos gêneros literários.

Ao lado: ilustração de Mario Bag.
O primeiro, "O trabalho de editar", de autoria de Braulio Tavares (jornalista com coluna no Jornal da Paraíba), publicado no blog Mundo Fantasmo em 02/02/14, discorre sobre a velha máxima que diz que 
Editores são mercenários, só querem publicar coisas medíocres que vendem muito, como Paulo Coelho ou 50 Tons de Cinza. Eles boicotam o autor novo.  O governo deveria obrigar as editoras a publicar os novos autores, porque é uma questão de interesse social, de promoção da cultura.”

O texto é curto e direto. Braulio mostra por "a" mais "b" que as coisas não são bem assim. Vale a leitura.


Ao lado: ilustração de André Diniz.
O segundo artigo, do roteirista e desenhista de HQs André Diniz, foi publicado em 20/02/14 no site Muzinga.net, e é intitulado "14 dicas para publicar por editoras". Ali ele dá, e explica, dicas importantes, como sintetizar e fazer seu nome chegar antes ao editor. Recomendadíssimo para quem tem pretensões literárias. 

Lançamentos no Salão FNLIJ 2014


Já tenho as datas dos meus lançamentos no Salão FNLIJ 2014. Anote!

29/05 (5a) - 10h - "Folclore de chuteiras" - il. Visca - Editora Peirópolis - Espaço FNLIJ de Leitura 
30/05 (6a) - 9:20h - "O corvo e o dragão" - il. Cris Eich - Globo Livros - Espaço FNLIJ de Leitura
30/05 (6a) - 10h - "Robóticos" - il. Cris Alhadeff - Editora Rovelle - Biblioteca FNLIJ para Crianças 

Aguardo todos!

Passaporte da Leitura 2014

Confirmada a minha participação no 10º Passaporte da Leitura/2014, que acontecerá durante a 30ª Feira do Livro de Caxias do Sul - RS.

Será no dia 7 de outubro.

Como publicar um livro de LIJ - Fluxograma

No ano passado, em uma das minhas visitas às escolas, me perguntaram qual o passo a passo para publicar um livro. Como não era o assunto da conversa, na hora listei as etapas de forma simplificada. Depois, no caminho para casa, lembrei de detalhes que deveria ter dito. 

Para não ser pego novamente de surpresa, resolvi criar um fluxograma das etapas da produção do livro até sua publicação. Isso, claro, na visão do escritor. Os caminhos do ilustrador e do editor seriam diferentes. Aliás, depois que terminei, vi que ficou no formato de uma âncora. Gostei. Remete à segurança. A âncora do escritor. :-)

Bem, minha rotina é essa daí embaixo. Não é exatamente igual para todos. Alguns autores não pesquisam. Outros não escrevem roteiros. Nem todo escritor define personagens, conflitos e soluções com antecedência. Mas, fora pequenos detalhes, é basicamente isso.

Clique na imagem para ampliar.

Curiosidade:
Há três anos publiquei aqui algumas dicas para ajudar novos escritores a publicarem seus livros. Usei-as como base deste fluxograma. Segue o link: 20 dicas para publicar seu livro.