Reserve a data - Coleção Ecoar

Já temos dia e local para o lançamento da Coleção Ecoar, da Editora Garamond. Estou muito orgulhoso em participar desse projeto com o Chapa Verde. Viu só os nomes de quem participa? Vai ser uma festa super bacana!

As capas estão lindas. Os textos também. Vale a pena ter toda a coleção. Mas se puder comprar somente um, sugiro o meu. :-)

Reserve a data. Aguardo todos no dia do lançamento.


Olha lá, hein? Não vai me deixar sozinho enquanto meus colegas vendem um monte de livros. Conto com você. :-D

Aniversário do Cemitério em São Conrado!

No próximo dia de finados, sábado, 02 de novembro, às 16h, a Cris Alhadeff e eu estaremos na Livraria Cultura do São Conrado Fashion Mall, onde faremos a leitura do livro "Aniversário no Cemitério" (Escrita Fina Edições). Passa lá!

Dê livros assustadores no Halloween

O título acima foi roubado de um post do blog da Ronize Aline. Por quê? Ora, dentre os livros sugeridos pela escritora, crítica literária e jornalista, eis que estão Aniversário no Cemitério (Escrita Fina) e Condomínio dos Monstros (RHJ), meus livros com a Cris Alhadeff. Legal, né? E para quem estiver interessado, incluo na seleção outro livro nosso, O Porteiro do Condomínio dos Monstros (Baobá), com os mesmos personagens do primeiro condomínio.

Fontehttp://www.ronizealine.com/2013/10/livros-assustadores-halloween.html


Primavera dos Livros 2013

A décima-terceira Primavera dos Livros, feira das editoras independentes, acontecerá entre os dias 24 e 27/10, nos Jardins do Museu da República - Catete. Com descontos de até 50%, entrada franca e programação cultural gratuita, este promete ser um dos maiores acontecimentos culturais do ano.

Sábado e domingo são os dias da programação infantil. Tem oficina de ilustração com a Lorena Katz, que ilustrou as capas do meu próximo livro (Chapa Verde) pela coleção ECOAR, da editora Garamond. Tem oficina de música e fantoches com a Deborah Barros. Tem Anna Claudia Ramos com oficina de bonecos. Tem piquenique com a Sonia Rosa. Enfim um monte de atividades legais. Para ver a programação infantil completa do Rio, é só clicar aqui:
http://libre.org.br/noticia/128/veja-aqui-a-programacao-infantil-da-primavera-dos-livros-2013-rj

O evento depois seguirá para São Paulo, e será realizado de 21 a 24 de novembro, na Praça Dom José Gaspar no Centro da cidade.


Segundo o site da LIBRE, A Primavera dos Livros nasceu, no ano 2001, como uma resposta ao processo da pasteurização cultural que ameaçava invadir o mundo das letras e da literatura. Seria a vitória do modelo do best-seller que ocupa todos os espaços nas livrarias, nas grandes bienais do livro e até nas compras governamentais.

Contra este modelo de literatura "hollywoodiana", editoras independentes de grandes grupos empresariais, mas que tinham o orgulho de exibir catálogos fortes, consistentes, fundados ao mesmo tempo na especialização e na diferença, organizaram a 1ª Primavera dos Livros, uma feira diferente, com entrada gratuita e espaço igualitário para as editoras participantes.

O sucesso foi tão grande que o evento deu origem a uma entidade, a Libre, cuja principal bandeira é a luta pela preservação e ampliação da bibliodiversidade, ou seja, a aplicação do conceito e da bandeira da diversidade também para o universo dos livros. É a diferença que dá força à leitura, à reflexão e à democracia.

Cruzeirinho - Monstros horripilantes inspiraram atividades em escola

É sempre bom ler notícias como essa. 

Suplemento Cruzeirinho do jornal Cruzeiro do Sul (região de Sorocaba-SP), de 20 de outubro de 2013.

Monstros horripilantes inspiraram atividades em escola

Imagine um prédio em que vivem somente monstros. A reunião de condomínio, para resolver alguma confusão, recebe a Múmia, o Drácula, o Saci, o Bicho Papão, o Frankenstein e outros personagens famosos. Todos moram no mesmo edifício. A obra Condomínio dos Monstros, de Alexandre de Castro Gomes, é que traz essa história e serviu de inspiração para um projeto desenvolvido na EMEIEF Prof.ª Myriam Silva Bastos, em Piedade. Além de conhecerem os diversos tipos de moradias, os alunos aprenderam sobre a sua importância como abrigo, os materiais mais utilizados, regras de convivência em condomínio, entre outros. O projeto possibilitou ainda diversas outras atividades ligadas à leitura e interpretações de textos, pesquisas, jogos, passa ou repassa torta-na-cara, ilustrações, confecções de máscaras, encenação de peça teatral, entre outras atividades. O projeto envolveu várias disciplinas como Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, Ciências, Arte e Educação Física.

Notícia publicada na edição de 20/10/13 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 007 do caderno Cruzeirinho - o conteúdo da edição impressa na internet é atualizado diariamente após as 12h.



As geringonças estão chegando!

Recebi algumas ilustras que o Anttonio Pereira fez para o meu livro "Essas maravilhosas geringonças", que sairá pela Franco Editora em breve. Estão ficando tão bacanas que eu faço questão de mostrar um tico pra vocês. É bom saborear cada momento da feitura de um livro. Melhor ainda quando ele é feito com tamanha competência e dedicação de todos. Só tenho a agradecer aos envolvidos. Obrigado, galera!


Correio Criança - Edição 79

Nessa edição especial do Correio Criança, suplemento infantil do jornal Correio da Paraíba, tem poema do Leo Cunha, tem Stella Maris Rezende ensinando como brincar de "palavra puxa palavra", tem eu e vários outros autores dizendo do que gostaríamos de brincar se fôssemos crianças e muito mais. Recomendo a leitura.


Fonte: http://issuu.com/correiodaparaiba/docs/edicao_79

Mergulhado em livros

Uma amiga dos tempos de escola achou essa foto aqui. Sou eu aos 16-17 anos coberto de livros. Presságio?

Alex by Guigo

Imagens criadas pelo Guigo quando ele tinha entre 8 e 10 anos de idade. Muito maneiro!

Coleção Itaú de Livros Infantis - Ano IV - Leia para uma criança


A Fundação Itaú Social, através do Itaú Criança, distribui, pelo quarto ano consecutivo, livros gratuitos para crianças de todo o país. Agora rebatizado de "Leia para uma criança - #issomudaomundo", o ambicioso e simpático projeto do Itaú já doou mais de trinta milhões de livros e entrega esse ano "O mundo inteiro", de Liz Garton Scalon e Marla Frazee, e "E o dente ainda doía", de Ana Terra.


O mundo inteiro - A praia deserta, a noite tranquila, o dia de chuva, a horta, a cozinha e a família reunida... O que seria o mundo inteiro? Leia para uma criança: esta obra com versos rimados retrata conceitos universais numa linguagem simples e delicada. Vencedor do prêmio Cadelcott Honor de melhor ilustração. 

E o dente ainda doía - Um jacaré folgado e largado não consegue descansar por causa de uma tremenda dor dente. E mesmo com a ajuda de outros bichos... o dente ainda doía! Leia para uma criança: e descubra como essa divertida história brinca e educa com números em um ritmo gostoso de lenga-lenga.  

Além da coleção acima, também já foram oferecidas coleções em braille e fonte ampliada, que estão esgotadas.

Ler para as crianças desenvolve nelas a capacidade de abstração e imaginação. Histórias aumentam o vocabulário e a compreensão do mundo. Crianças que crescem ouvindo histórias desenvolvem maior capacidade de aprender e pensar. Livros despertam a criatividade, ampliam os pontos de vista e estimulam a formação de opinião.

Para pedir os livros, ouvir trechos, baixar aplicativos e saber mais sobre esse programa bacana, acesse: http://www.itau.com.br/itaucrianca/

Seguem alguns videos bacanas do programa:







Cancelamento

Tivemos um problema de saúde na família e precisei cancelar o encontro de hoje na Casa da Leitura. Avisarei assim que tiver nova data para a gravação.

Conversa com o Autor

Amanhã a Cris Alhadeff e eu participaremos de um bate-papo, mediado pela super Katy Navarro, para o programa Conversa com o Autor, uma parceria do PROLER - Casa da Leitura e EBC Rádios. Conversaremos sobre literatura infantil e outras coisitas mais. A gravação será aberta e quem quiser assistir. É só aparecer no local um pouco antes das 15h. Assim que eu souber a data da transmissão do programa, avisarei aqui.

Terceiro ano do Solar Literário

O bate-papo de hoje com a galera jovem e esperta do Solar Meninos de Luz foi dez.
Agradeço à Muriel, pela leitura de "Tem uma barata no trem!", e também ao Bruno, à Débora, à Carol, à Luíza, ao Paulo Henrique, à Jennifer e à todos os alunos do primeiro ano que participaram do encontro.

Livro-brinquedo

Trago para cá um assunto que debati com amigos no Facebook. Segue o que escrevi:


Grande parte das feiras literárias em que estive nos últimos anos oferece o tal livro-brinquedo em quase todas as barracas. Os pais e professores veem aqueles tijolos coloridos, recheados de massinhas e dvds e brinquedos de plástico, com versões diminutas de clássicos infantis, botões que ativam buzinas e latidos, e acham que estão comprando literatura para suas crianças. Não estão. Vejo feiras sérias com estandes vazios, enquanto que aquele único estande que contém castelos em 3D e quebra-cabeças de contos de fadas está com fila no caixa.

Sugiro que tais brinquedos sejam barrados das feiras sérias. Tem brinde? Então não pode expor aqui. Ponto. Por que ninguém faz isso? Está na hora de pensar mais na cultura e menos na grana que o aluguel desses estandes trará, não é?

Durante a conversa, alguém disse que alguns pouquíssimos livros-brinquedo tem qualidades. Respondi que, embora desgoste deles, não acho que precisam ser extintos. Só penso que não devem estar em feiras literárias. Que continuem sendo oferecidos em suas livrarias de aeroporto. A feira literária deveria existir para fomentar a cultura e ajudar na divulgação da literatura nacional. Esses livros brinquedos não precisam de ajuda para serem vendidos. A briga já é desleal, quanto mais se ocuparem o mesmo lugar.

Leitora sabida

A Lorena tem bom gosto, não é?


Fotos da FELISB 2013


























Chapa Verde - vídeo

Oi, gente. Segue um vídeo com um depoimento sobre o meu livro Chapa Verde, que faz parte da Coleção Ecoar da Editora Garamond. Tem dois eventos no livro que foram baseados em fatos reais. Quando eu ainda estava na escola...