Meu site oficial está pronto!


Consegui! Terminei o meu site oficial! Uhu!

Foram semanas separando material, trabalhando nas páginas e revendo fotos, vídeos, resenhas e entrevistas. Tudo para facilitar a vida de professores, leitores, contratantes e interessados.

Puxa, como o tempo passou. Já são quase 9 anos desde o lançamento do primeiro livro. A LIJ se tornou o centro da minha vida. Fiz amigos. Aprendi muito. Descobri que posso mudar o mundo, mesmo que pouquinho por pouquinho. Foram muitos momentos felizes de conhecimento e de reconhecimento. Não quero outra vida, embora essa não pague muito bem.

Espero que gostem!

Conexão Autor - Como pode um pinguim no Polo Norte?

"...ursos (polares) vivem no Polo Norte, pinguins, no Polo Sul. O novo livro infantil de Alexandre de Castro Gomes, com ilustrações de Cris Alhadeff, usa essa confusão corriqueira como pano de fundo para narrar uma divertida aventura que atravessa o nosso planeta de polo a polo."

Fonte:
http://www.ronizealine.com/2017/02/como-pode-um-pinguim-no-polo-norte.html

Prêmio Fundación Cuatrogatos 2017


E eis que de repente... tá dá!

Descubro que meu livro "La pelota o la niña?" (ilus. de Sergio Magno - Melhoramentos) é um dos 90 títulos recomendados pelo Prêmio Fundación Cuatrogatos 2017, concedido a escritores e ilustradores ibero-americanos.

Foram mais de 1000 livros enviados por 175 editoras de 20 países.

São quatro livros de autores brasileiros no catálogo da última edição do prêmio: 
"Griso el único" (Global Editora), do escritor e ilustrador Roger Mello foi um dos 20 ganhadores.
"Tom" (Diego Pun Ediciones), de Andre Neves se classificou para a final.
E entre os 90 títulos recomendados pela instituição estão "La pelota o la niña" (Melhoramentos), de Alexandre de Castro Gomes, e "El corazón a veces para de latir" (Santillana), de Adriana Lisboa!



Para fazer o download do catálogo com a relação dos livros recomendados:
http://cuatrogatos.org/docs/pdf/Premio_2017_LowRes_pliego.pdf

Anuário 2017 da AEILIJ


Oi, amigos. Eis o resultado de um trabalho que desenvolvemos na associação que presido. Ficou bonito, não é?


Tenho 5 livros neste anuário:
Aniversário no Cemitério, na página 16;
Como pode um pinguim no Polo Norte?, na página 23;
Filhos de peixe, na página 27;
La pelota o la niña, na página 30; e
O livro que lê gente, na página 37.

O Anuário 2017 da AEILIJ está no ar! 
Divulgue! Mostre para professores, jornalistas, leitores e interessados!
Viva a LIJ!


Para folhear em formato de revista no Issuu:

Para fazer o download em pdf:

Saiba quais foram os livros lançados pelos autores associados em 2016, leia a ótima entrevista com a escritora e especialista em Literatura Infantil e Juvenil Ninfa Parreiras, relembre o trabalho realizado por nossos ilustradores nos Ninhos de Livros e fique por dentro do que foi realizado pela associação ao longo do ano passado.