Feliz 2011!

Bem, tenho recebido vários cartões de Natal de amigos ilustradores. Cada um mais bonito do que o outro. Resolvi pagar um miquinho, pegar a caneta e rascunhar um também. Lembrem-se: Não sou ilustrador! Mas a mensagem é verdadeira. Feliz 2011 para todos!


Condomínio pela Ceci

Olha que bacana. A Ceci, priminha de cinco anos que mora em Nova Iorque, adora o Condomínio dos Monstros e nos presenteou com um desenho muito legal. Adorei o Frank.


Resultado do Desafio

Terminou o 6º Desafio dos Escritores promovido pelo Núcleo de Literatura do Espaço Cultural da Câmara dos Deputados de Brasília, criado, dirigido e produzido por Marco Antunes. O resultado foi aunciado no dia 16 de dezembro.
(http://desafiosdosescritores.sites.uol.com.br/)

A grande vencedora do grupo J.K. Rowling de Literatura Infanto-Juvenil, foi Marilia de Dirceu, pseudônimo da professora e autora cearense de Jaguaruana, Vicência Jaguaribe. De acordo com o site República dos Autores (http://www.republicadosautores.com.br/), Vicência já lançou 4 livros: Os infantis "Carolina Trovão, seu colar de corais e o raiozinho de sol" e "A dança dos pirilampos", ambas pela Editora Imeph, "Brincando no ritmo da poesia", livro de poemas infantis pela editora Protexto de Curitiba, e "Ancoragem em porto aberto", livro de contos oublicado pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores.


Em segundo lugar ficou João Paulo Hergesel, vulgo Joaninha Platinada, de Aluminio-SP, que acabou ganhando o troféu de melhor história infanto-juvenil do Desafio com o texto "Henrique Pietro e a Cartola Vermelha", da sétima etapa. João Paulo, ou JP, é o criador do blog Joaninha Platinada (joaninhaplatinada.blogspot.com).

O terceiro lugar foi para o Esopolitano, ou Eduardo de Paula Nascimento, de Franca-SP.

Fui convidado para ser jurado do Desafio e entrei na terceira rodada, ficando até o final. Li alguns textos excelentes e outros nem tanto. A melhor coisa foi ver que os participantes realmente absorveram tudo o que dizíamos ao dar as notas. No final a pontuação estava melhor e havia pouquíssimos erros de concordância ou falta de revisão. É bom saber que de alguma forma colaboramos para o crescimento de novos escritores. Tem alguns ali que certamente serão conhecidos do grande público.

Entre os textos que li, destaco os seguintes:
"Tocar na banda" - Pirolito (3ª etapa)
"A reclamação do porcalhão" - Charlotte Seiva (4ª etapa)
"Saindo do meio da buginganga" - Joaninha Platinada (4ª etapa)
"Minha sombra indesejável" - Marilia de Dirceu (6ª etapa)
"Henrique Pietro e a Cartola Vermelha" - Joaninha Platinada (7ª etapa)
"As aventuras de Emilia, Narizinho e Pedrinho em Hogwarts" - Esopolitano (7ª etapa)
"O diário de um pré-adolescente diferente" - Marilia de Dirceu (8ª etapa)
"Meu louro preferido" - Joaninha Platinada (8ª etapa)

PARABÉNS A TODOS OS PARTICIPANTES E AO MARCO ANTUNES QUE SE DEDICOU DE CORPO E ALMA PARA O SUCESSO DO DESAFIO DOS ESCRITORES! UM BRINDE!

Por que escrever?

Uma vez me perguntaram porque eu escrevia. Respondi: "Ter uma história na cabeça e não colocá-la no papel é como ter um brinquedo que não podemos tirar da caixa."

Ser escritor, para mim, é poder brincar com as letras. Fazer surgir alguma coisa divertida com elas. É como o LEGO. O resultado depende da criatividade de quem brincou. Só que ao invés de montar com pecinhas de plástico, montamos com palavras. Gosto muito disso.