O dia seguinte: o que vem depois que a editora resolve publicar seu livro


Sente que as vezes o mundo conspira contra você? Quais os problemas que podemos esperar depois que a editora resolve publicar seu livro? Saiba o que seria o "worst case scenario" (o pior que pode acontecer).

Este texto é um "guest post" que fiz para o blog da escritora Ronize Aline.

Eis um trechinho:

"...Em um mundo perfeito, o escritor receberia o contrato em poucas semanas. O contrato de edição em língua portuguesa garantiria a publicação em até dois anos e daria 10% do valor da venda do livro para o autor do texto. Se o livro fosse vendido em e-book, os ganhos subiriam para 20% (pelo menos). O escritor poderia indicar um ilustrador (a decisão final seria sempre do editor, mas este ao menos pensaria em convidar o ilustrador indicado) e receberia com antecedência o texto revisado com algumas alterações sugeridas, além dos rascunhos das ilustrações, para aprovação. Depois aguardaria sua cota de livros em casa, teria o livro inscrito pela editora em programas de compras de governo, participaria de encontros e entrevistas marcadas pelo departamento de marketing da editora e receberia seus direitos autorais nas datas estipuladas em contrato e relatórios de
vendas detalhados.

Nada disso é impossível acontecer. Alguns editores são realmente sensacionais.

Vamos falar agora sobre aquelas vezes em que o mundo conspira contra você. Quando tudo o que pode dar errado acontece..."

0 comentários:

Postar um comentário