Reflexão II

Em 2014 a Literatura Infantil representava 7,43 % do total da produção de livros no Brasil. Em 2015 caiu para 2,80% do total. A queda foi de 65% no número de exemplares produzidos e de 4,6% no total da produção. (Segundo os dados de uma recente pesquisa realizada pela FIPE, CBL e SNEL.)

Lembro que a queda de exemplares produzidos significa a redução de espaços para o gênero em livrarias e bibliotecas, menos livros em casa, menos livros nas escolas, menos leituras...

Se privarmos o leitor iniciante dos livros, teremos menos leitores adultos e, por consequência, menos adultos pensantes.

E 2016 tende a ser pior.

E agora? Quem poderá nos ajudar?

0 comentários:

Postar um comentário