Habemus cadeira!

Comprada no século XIX pela mãe do engenheiro Thomaz Guimarães (nome de rua no Cachambi e um dos responsáveis pela construção do novo Jardim Zoológico do Rio e do teleférico do Pão de Açúcar). 

A cadeira é giratória, pode regular a altura e está com a palhinha em excelente estado.

Adoro a história dos objetos. A escrivaninha, por exemplo, pertenceu à Dalila Bittencourt, filha do ex-governador do Amazonas, Antonio Clemente Bittencourt, que governava o estado na época do bombardeio de Manaus. Não sei se ela herdou dele.


0 comentários:

Postar um comentário