Histórias a quatro patas - Resenha


Trevo de Leituras: Fevereiro de 2013

Histórias a quatro patas
de Alexandre de Castro Gomes
Resenha de Alessandra Pontes Roscoe

Confusão encomendada e muito divertida!

Histórias a quatro patas é daquelas que a gente não consegue parar de ler e que estimula nossa imaginação da primeira a última linha.

Quando, na escola dos bichos, a professora coruja resolve dividir os alunos em duplas para criarem histórias conjuntas em que um começa e o outro continua a narrativa, a diversão começa! Com cinco duplas formadas e com os mais inusitados pares: Cachorro e Gato, Lebre e Tartaruga, Rato e Baratinha, Galinha e Raposa, Vaca e Macaco, a narrrativa principal vai costurando-se com as histórias de cada bicho, cheias de referências a personagens famosos de conhecidas fábulas infantis. Assuntos e disputas também não faltam: esportes, culinária, Páscoa, amizade, esperteza e astúcia vão aparecendo de uma forma ora até tradicional, ora completamente inesperada, dependendo de quem narra o trecho da história.

Alexandre Castro Gomes encerra cada uma das cinco histórias escritas a quatro patas com uma engraçada discussão entre os autores. O bom humor é a marca registrada deste livro e não apenas pela escolha do tema: histórias escritas em parceria, mesmo que não seja assim por personagens tão parceiros. A leitura surpreende pelas mudanças bruscas de direção que as criações coletivas tomam e a cada parágrafo, o leitor se pega imaginando, como a próxima virada vai acontecer! 

As ilustrações de Jotah são outra surpresa boa no livro! Cheias de personalidade e cores, casam com o clima divertido do texto e agradam o olhar! 

Histórias a quatro patas dá margem pra muitas outras histórias. A gente fecha o livro e tem vontade de imaginar outros começos, meios e fins, e mais, de propor a alguém que embarque junto na aventura de inventar narrativas em parceria! O livro não tem lição de moral e faz, de um jeito bem prazeroso, o leitor perceber que há em tudo vários olhares, inúmeras formas de ver e entender a mesma situação!

0 comentários:

Postar um comentário