Em busca de livre acesso



Em busca de livre acesso 


Livros infantis conquistam espaço, mas ainda encontram limitações no mercado brasileiro

(Matéria publicada no jornal "O Tempo" de BH.)

...Sobre isso, o escritor Alex Gomes acrescenta que reflexos do impacto dos dispositivos de incentivo à leitura, existentes desde a década de 1990, podem ser percebidos não apenas na oferta, mas também em relação à escassez de alguns formatos específicos. “As coleções de livros infantis são algo que praticamente morreram. No passado, algumas chegavam a ter 30 volumes. Agora, conseguir publicar algo desse tipo por meio de uma editora é muito difícil porque parte delas está preocupada em colocar em circulação aquilo que o governo compra, e as coleções não estão entre as prioridades dos editais públicos”, diz Gomes...

Fonte:
http://www.otempo.com.br/divers%C3%A3o/magazine/em-busca-de-livre-acesso-1.842987


0 comentários:

Postar um comentário