terça-feira, 5 de dezembro de 2017

"Quem matou o Saci?" está entre os livros agraciados com o selo SELEÇÃO CÁTEDRA 10


Saiu a seleção da Cátedra UNESCO dos melhores livros infantis e juvenis de 2017!

"Quem matou o Saci?" (Ed. Escarlate, ilus. Cris Alhadeff) recebeu o Selo SELEÇÃO CÁTEDRA 10!

Estamos felizes da vida por sermos selecionados novamente. No ano passado "O livro que lê gente" recebeu o DISTINÇÃO!

Identifiquei obras de Alexandre Rampazo, Cristina Villaça, Fabio Maciel, Cris Eich, Leticia Sardenberg, Rosinha Queiroz, Jean-claude Ramos Alphen, Marcia Leite, Ilan Brenman, Luiz Antonio Aguiar, Anabella López, Rui de Oliveira, Leo Cunha, Tino Freitas, Ionit Zilberman, Roseana Murray, Rosana Rios, Mauricio Negro, Renato Moriconi e de outros colegas igualmente talentosos. Parabéns para todos!

Foram escolhidos 33 livros para receberem o selo SELEÇÃO CÁTEDRA 10: obras com valor literário, plástico e editorial, considerando temas e gêneros diversos, sem designação por categorias ou faixas etárias, mas atenta, sobretudo, à qualidade artística do diálogo texto/imagem, que torna o livro infantil e juvenil um artefato original indispensável para arte-educação.

12 livros receberam o selo DISTINÇÃO CÁTEDRA 10: obras literárias de excelência que incluem entre seus leitores possíveis crianças e jovens.

E 1 livro recebeu o selo DISTINÇÃO HORS CONCOURS: Fora de série.

Face Morph

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Livros em Guadalajara

É sempre bom ver seu trabalho nas maiores feiras de livros do mundo. Desta vez recebi fotos dos meus editores da Cortez e da Brasil, com os títulos "O livro que lê gente" e "Eu sou uma lagartixa!" em exposição na Feira do Livro de Guadalajara. Que façam bons negócios por lá. Quero ver essas crianças falando espanhol em breve!



terça-feira, 14 de novembro de 2017

Prêmio AEILIJ 2017


A AEILIJ tem o prazer de anunciar o Prêmio AEILIJ 2017 de Literatura Infantil e Juvenil.

Serão avaliadas obras lançadas em 2016 e 2017, de autores associados e não associados. Os autores associados que estiverem em dia com a anuidade estarão isentos da taxa de inscrição de 60 reais por obra.

Um corpo de jurados de notável conhecimento técnico-literário avaliará o melhor texto infantil, o melhor texto juvenil e o melhor conjunto de ilustrações.

Os premiados receberão um troféu e um selo de excelência que poderá ser aplicado no livro.

Os associados da AEILIJ votarão nos três livros premiados e o que tiver mais votos receberá também o selo de Livro do Ano da AEILIJ.

As inscrições poderão ser realizadas entre os dias 01/10/17 e 31/12/17 e o resultado será divulgado no Dia do Livro Infantil, em 18 de abril de 2018.

O edital está disponível no site da AEILIJ:

sábado, 11 de novembro de 2017

Leituras no Rio Grande do Sul

Adoro fotos de crianças agarradas aos livros. Essas são 3 imagens que recebi recentemente. Duas da professora Tânia Márcia Tomaszewski e uma da escritora e contadora de histórias Eleonora Medeiros. Todas do Rio Grande do Sul.

Segue o que a professora Tânia escreveu em sua postagem:

"Desdobramentos de um autógrafo:
Só oito alunos na aula do quinto ano.
Sentamos no tapete da biblioteca e contei pra eles sobre minhas idas à feira e dos encontros que tive por lá. Falei sobre o Alex Gomes (viram a foto comigo aqui no Facebook) e lemos "O livro que lê gente".
Conversamos bastante sobre as histórias clássicas e os livros "das prateleiras de cima"...
Ficaram curiosíssimos pra ler outros livros do autor e também a história original do Pinóquio.
Lá fomos nós...buscá-los nas prateleiras!
Aula deliciosa!!!"




segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Entrevista para o Jornal do Comércio - RS

Editoras infantojuvenis se reinventam - Jornal do Comércio
Por Thiago Copetti em 06/11/17

"...Outro efeito que preocupa, diz o presidente da Aeilij, é a redução do volume de livros nas bibliotecas, já que a reposição se faz necessária com mais frequência, uma vez que as obras são manuseadas por várias crianças e tendem a se desgastar rapidamente. "Por isso, o fim do PNBE afetou diferentes setores e atividades", reforça Gomes."




Feira do Livro de Porto Alegre 2017

Registros, alguns descaradamente roubados, de momentos felizes vividos em Tchê Town (ou Bah City).
Autor no Palco na Tenda da Pasárgada, Adote um Escritor na EMEI JP Girafinha, Adote um Escritor na EMEI Érico Veríssimo, autógrafos e encontros entre as tendas da feira e na sala dos Autores.
Mais uma vez é uma alegria participar da feira literária mais tradicional do país. Adoro e espero voltar sempre!