quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Apoie o IV Festival Uniduniler!

https://benfeitoria.com/unidunilerIVFestival


A Alessandra Pontes Roscoe é uma autora muito talentosa e minha amiga desde que comecei com a literatura. Ela tem diversos livros lançados, entre eles os ótimos "Atrás do olho fechado" e "Caixinha de guardar o tempo" (finalista do prêmio Jabuti).

Ela é a idealizadora e curadora do Festival Itinerante de Leitura (de Brasília e arredores), o Uniduniler, que há três edições leva literatura aos idosos, deficientes visuais, mulheres vítimas de violência, bebês e famílias inteiras de leitores, através leituras compartilhadas com autores e outras ações lúdicas, como o uso de livros gigantes, pipas poéticas e mais.

Esse ano, o festival não conseguiu o apoio institucional que obteve nas outras edições. Alguém decidiu que ações culturais são desnecessárias. O que é ridículo, quanto mais para um evento que conquistou a importância deste com um custo tão baixo para ser realizado.

Esse ano a Cris e eu fomos convidados a participar. Estamos ansiosos para fazer parte da história do Uniduniler. Mas para isso precisamos da ajuda de vocês.

A Alê é guerreira e está fazendo das tripas coração para manter o festival. Até dinheiro do próprio bolso já colocou.

Ela criou uma página na Benfeitoria e está vendendo seus livros autografados, originais de ilustração, pipas poéticas, cotas de patrocínio e oficinas.

E quem não quiser nada disso e ainda assim quiser ajudar, pode fazer uma contribuição de 10 reais.
Contamos com vocês para não deixar essa peteca cair!

https://benfeitoria.com/unidunilerIVFestival

Simone Magno entrevista a 3ª presidente da AEILIJ, Anna Claudia Ramos

A autora, jornalista e blogueira Simone Magno realizou uma série de entrevistas com os presidentes da AEILIJ. A terceira a responder foi a Anna Claudia Ramos, que presidiu a associação entre 2007 e 2011. Confira no link!

https://oblogdasimonemagno.com/2017/09/27/anna-claudia-ramos-nunca-uma-diretoria-destruiu-o-que-a-anterior-havia-feito-mas-deu-continuidade-e-avancou-um-pouco-mais/

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Entrevista para o programa Hora do ENEM, da TV Escola

A entrevista com o Land, gravada no dia 06/09, foi ao ar em 20/09/17.
Falamos sobre livros e leitura, sobre a troca de profissões e mais alguma coisa.
Adorei tudo. O pessoal da Roquette Pinto foi muito atencioso.
O vídeo é o trecho em que apareço no episódio 243.
Quem quiser assistir ao episódio inteiro, acesse o link:
https://www.youtube.com/watch?v=J03nh7gvKIE

video








Brincadeira que a produção do programa fez para a divulgação no Twitter.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Palestra em Ponta Grossa-PR: "Quero ser Autor: Expectativas literárias"

Palestra de encerramento da Feira do Livro de Ponta Grossa, para uma auditório de aproximadamente 600 professores da rede municipal, e que contou com a presença da Secretária de Educação da cidade, Professora Esmeria Saveli.

É uma alegria voltar para a Ponta Grossa depois de 5 anos, quando fui convidado para palestrar e para lançar "O tesouro do lagarto de fogo", publicado através de um prêmio literário que ganhei. Agradeço ao Tiago Farias (Amigos da Leitura) pela oportunidade!











quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Palestra em Ponta Grossa-PR: "As diversas narrativas da Literatura Infantil"

Palestra para professores e diretores da rede municipal de Ponta Grossa durante o "V Congresso de Educação: Leitura e Formação de Leitores" e a Feira do Livro da cidade.







 

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Simone Magno entrevista o 1º presidente da AEILIJ, Rogério Andrade Barbosa

A autora, jornalista e blogueira Simone Magno iniciou uma série de entrevistas com os presidentes da AEILIJ. O primeiro a responder foi o Rogério Andrade Barbosa, que presidiu a associação entre 1999 e 2003. Confira no link!

https://oblogdasimonemagno.com/2017/09/12/rogerio-andrade-barbosa-somos-uma-categoria-mais-unida-e-mais-forte/

Banner de apresentação

Me sugeriram um banner para deixar no telão durante as minhas palestras. Fiz esse daí. Acho que ficou bom.


Posters de Livros

Sempre gostei de posters de filmes. Gosto das chamadas, das cores, do efeito decorativo...
Quis brincar aqui com os meus últimos lançamentos. Gostei! Acho até que vou pendurar na parede.
Quem sabe faço outros?




domingo, 10 de setembro de 2017

O dia seguinte: o que vem depois que a editora resolve publicar seu livro


A primeira vez que fechei um livro com uma editora foi bem engraçada. Eu fui dormir tarde no dia anterior e acordei cedo com o telefonema. Do outro lado da linha estava o meu primeiro editor. Só que eu, claro, não acreditei. Estava tão sonado que pensei ser brincadeira de algum amigo sem noção.
 
– Alexandre? Aqui é da editora RHJ. Recebemos três originais seus e queremos publicar dois deles.
– Hâ? Tá. Sei. Que originais? – enrolei enquanto tentava identificar a voz do filho da mãe.
– Pensamos em lançar “O Julgamento do Chocolate” no ano que vem e…
– O quê? Maravilha!

Foi só então que eu vi que não era pegadinha. Ninguém sabia os nomes das minhas histórias. Acordei na hora. E fiquei sorrindo pelo resto da semana.

Mas esse artigo não é para falar sobre isso e sim sobre o que acontece depois.

Em um mundo perfeito, o escritor receberia o contrato em poucas semanas. O contrato de edição em língua portuguesa garantiria a publicação em até dois anos e daria 10% do valor da venda do livro para o autor do texto. Se o livro fosse vendido em e-book, os ganhos subiriam para 20% (pelo menos). O escritor poderia indicar um ilustrador (a decisão final seria sempre do editor, mas este ao menos pensaria em convidar o ilustrador indicado) e receberia com antecedência o texto revisado com algumas alterações sugeridas, além dos rascunhos das ilustrações, para aprovação. Depois aguardaria sua cota de livros em casa, teria o livro inscrito pela editora em programas de compras de governo, participaria de encontros e entrevistas marcadas pelo departamento de marketing da editora e receberia seus direitos autorais nas datas estipuladas em contrato e relatórios de vendas detalhados.

Nada disso é impossível acontecer. Alguns editores são realmente sensacionais.

Vamos falar agora sobre aquelas vezes em que o mundo conspira contra você. Quando tudo o que pode dar errado acontece.

1) Você não recebe o contrato. Há a promessa do editor, mas o papel não chega. A explicação é bem simples. O editor sabe que terá dois anos para estar com o livro pronto a partir da assinatura do contrato. Só isso. O cronograma da editora pode estar atrasado e esse é um dos recursos que algumas utilizam. E agora? Bem, você pode esperar ou mandar o texto para outra casa editorial. Se optar pela segunda opção, avise antes.

2) Há contratos que não tem como único objetivo a edição de livros (Hã? Como não?!). Tem editoras que parecem empresariar os escritores, pedindo porcentagens absurdas caso a história vá para o teatro, TV ou cinema, mas que não fazem nada para que isso aconteça. Procure negociar. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Tome o mesmo cuidado com a publicação no exterior. A cessão exclusiva dos direitos de publicação fora do Brasil não fará sentido se isso for um trabalho que a editora não realiza.

3) Você não ganhará 10% do preço de venda. Algumas editoras pagam 8% para que o ilustrador receba os outros 2%. É um assunto que gera controvérsias. Eu, por exemplo, acho muito justo que o ilustrador ganhe sua parte em DAs, mas tal quantia poderia ser retirada de outro lugar. No entanto, esses valores são comuns. Fique de olho em editoras que oferecem menos de 8% para o escritor. Algumas nem repassam os 2% para o ilustrador.

4) Já vi editora oferecer 10% de Direitos Autorais para e-books. Vi outra oferecer 30%. É um mercado novo e estão todos ainda se adaptando. Vale tentar negociar.

5) A editora não parece levar em consideração a indicação de ilustrador pelo escritor. Isso é suuuuper comum. Muitas vezes o ilustrador indicado custa mais caro do que a editora pode pagar. Em outras, o editor de arte sugere outro artista que tenha mais a ver com o texto. Aceite. Claro, a menos que você não goste nem um pouco do traço deste.

6) O escritor não recebe o texto revisado para aprovação. Absurdo total! Ligue e brigue. Se não receber os rascunhos das ilustrações, ligue e reclame. É menos grave do que o primeiro, mas não é nada educado também. Aliás, lembre o editor de enviar o texto revisado com antecedência. É comum o envio do arquivo na véspera de mandá-lo para a gráfica, dando ao escritor um prazo curtíssimo para a aprovação final.
7) A editora não inscreve seu livro em nenhum programa de compra de governo. Isso é muito ruim. Hoje o Governo compra mais de 60% de todos os livros de literatura infantojuvenil publicados no país. É bom lembrar a editora de inscrever seu livro no PNBE, PNLD, PNAIC e outros.

8) A editora não marca nenhuma entrevista ou encontro. Chato isso, não é? Tem coisas que ninguém faz melhor do que a gente mesmo.

9) Os Direitos Autorais não são depositados. Os relatórios não chegam. Converse com a editora. Pode ser alguma falha na comunicação. Se isso não adiantar, arrume um advogado.

Como vê, o dia seguinte pode ser o céu ou o inferno. Boa sorte. :-)

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Condomínio dos Monstros na UPFTV

O "Condomínio dos Monstros" foi meu terceiro livro lançado e ainda faz um enorme sucesso por onde passa. Os trabalhos ficaram lindos! Gostei muito dessa matéria da UPFTV.

Como já disse aqui, eu ADORO o sotaque dessas crianças! E vibro com cada trabalho realizado por professores competentes e que gostam de literatura. Está aí uma cidade que entende a importância da leitura na vida dos jovens. Viva Passo Fundo! Viva a Jornada Literária!


quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Atividades na Feira do Livro de Ponta Grossa

Minha participação no V Congresso de Educação e na Feira do Livro de Ponta Grossa 2017 é na semana que vem!

Muito feliz em voltar para a cidade e rever os amigos que deixei lá em 2012, quando fui convidado para a Flicampos, a feira dos Campos Gerais.



quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Gravação para o programa Hora do ENEM, da TV Escola

Gravação para o programa Hora do ENEM.

Foi muito bacana! Falei sobre alguns livros meus, sobre minha parceria com a Cris, sobre a associação que presido (AEILIJ), expliquei como e porque troquei de profissão e mais.

O episódio vai ao ar no dia 20/09, no canal da TV Escola, nos horários 7h, 13h e 19h.



terça-feira, 5 de setembro de 2017

Fotos lindas da Pré-Jornadinha

Eu estou encantado com o trabalho que vem sendo feito nas escolas de Passo Fundo e arredores para a Jornadinha Literária que acontecerá no início de outubro.
Reuni aqui algumas imagens que chegaram até mim, mas tem muito mais acontecendo naquelas paragens. 
Tem peça do "Julgamento do Chocolate", "Condomínio dos Monstros" construído com caixas de sapatos, retratos meus, cada um mais lindo do que o outro, um livrão que lê gente, fantasias... 
Já me disseram que é uma festa maravilhosa. Fico muito feliz que ele tenha retornado depois de uma pausa de dois anos. Se a pré-Jornadinha é assim, imagina o evento principal!
Viva a LIJ!


EMEF Walmor Santos

Escola Redentorista Menino Deus

EMEF Bom Pastor

EMEF Bom Pastor

EMEF Bom Pastor

EMEF Nossa Senhora de Fátima

EMEF Wolmar Salton

Escola Redentorista Menino Deus

Escola Redentorista Menino Deus

Escola Polivalente




EMEF Daniel Dipp

EMEF Daniel Dipp





EMEF Wolmar Salton

EMEF Wolmar Salton



EMEF Wolmar Salton

EMEF Fredolino Chimango